Páginas

As dez profissões mais estressantes

Você já se perguntou qual o trabalho mais estressante? Um site especializado em empregos o CareerCast traz a resposta para sua dúvida . Para montar um ranking com as 10 carreiras com os piores índices de estresse o site avaliou 200 profissões diferentes. Os critérios foram: ambiente de trabalho, competitividade, riscos no trabalho, remuneração e possibilidade de construir carreira.
A conclusão a que se chegou foi que os pilotos de aviões comerciais são os mais estressados. O motivo é que eles convivem com a responsabilidade de conduzir as vidas de centenas de pessoas. Além disso, a questão da pontualidade dentro dos horários de vôo e o fato de trabalharem por várias horas seguidas contribuíram ativamente para o resultado. Entretanto, os salários de pilotos podem chegar a 16 mil reais!
Em sua opinião o estresse vale à pena? Confira as outras nove posições do ranking das 10 profissões mais estressantes:

2° _ Relações públicas: O motivo é que cuidar da imagem da empresa é sinônimo de trabalhar sempre sob pressão. Imprevistos surgem a toda hora e o mercado é muito competitivo o que aumenta a cobrança profissional. O salário dos mais experientes ultrapassa 10 mil reais;
3° _Executivo sênior: Com jornadas que podem ultrapassar 11 horas e grande pressão por resultados, além de conflitos políticos na rotina , esse profissional convive com estresse permanente. A remuneração anual em média é de 243 mil dólares;
4°_ Fotojornalista: Com uma rotina de brigas por espaço, viagens inesperadas, horários estranhos e muita pressão para conseguir uma boa foto é até óbivio tanto extresse. Esses freelancers recebem por foto uma média de 840 reais;
5°_Repórter: O desafio de levar notícias em tempo real, com prazos de entrega muito curtos, longas jornadas de trabalho e, além disso, a exposição a situações de perigo justifica o estresse de jornalistas. Os salários variam muito, podem ser de 2 mil reais para iniciantes e mais de 100 mil reais para profissionais de destaque.
6°_Executivo de contas: Traduzir desejos do cliente para o marketing de empresas pode ser uma missão exaustiva. O executivo de contas ou “atendimento” trabalha em média 9, 5 horas por dia e tem o dever de atender diversas demandas. Os salários variam numa média de 10 mil reais;
7°_Arquiteto: Burocracias junto à prefeitura, reclamações e preocupações dos clientes e jornadas que podem atingir 12 horas por dia são o motivo de elevado estresse. Em contrapartida, um profissional experiente recebe em média 20 mil reais por mês.
8°_ Corretor de Valores: A profissão exige jogo de cintura, sobreviver às pressões de clientes investidores e saber lidar com alterações rápidas do mercado de ações. Ninguém ganha menos de 10 mil reais nesse ramo que pode render milhões;
9°_Técnico de emergência médica: A responsabilidade de manter o paciente vivo até a chegada ao hospital pode casar muitas tensões. Os salários variam de acordo com as especialidades, mas o piso é de 5 mil reais;
10°_ Corretor de imóveis: Falar centenas de pessoas, estar atualizado, manter a etiqueta sempre, trabalhar 12 horas por dia pode ser cansativo. Mas os rendimentos mensais podem extrapolar os 30 mil reais para profissionais promissores.

Fonte: resumododia

Nenhum comentário:

Postar um comentário