Páginas

Homem morto é velado em pé

É isso mesmo. Esta foi a última homenagem à Lionel Batiste, um vocalista e baterista da banda de jazz Treme Brass Band, de New Orleans, que morreu aos 81 anos de câncer. Os amigos e fãs de "Uncle" (Tio), como era conhecido, queriam fazer do velório uma grande celebração, e para isso deixaram o morto em uma posição que o lembrasse em vida.

Para isso, contrataram uma empresa que conseguisse deixar o corpo de Lionel em pé.E foi o que aconteceu. O velório foi uma verdadeira festa no Teatro Mahalia Jackson, onde o público dançou e cantou na homenagem que durou vários dias. “Nós nos reunimos para um funeral, mas riscamos a palavra ‘funeral’ e vamos chamá-lo de ‘celebração’", disse a cunhada do falecido, Ruth LaFrance ao "Mail Online".

O fato foi tão inusitado que uma empresa concorrente foi ao velório ver como ficou o serviço. O agente funerário, que trabalha na área há 50 anos, disse nunca ter visto um morto ser velado em pé mas que diante do sucesso da empreitada, vai começar a estudar o assunto. Depois do velório, o corpo de Batiste, agora deitado dentro de uma urna, seguiu em uma carruagem puxada por cavalos.

Os amigos acham que Lionel deve ter gostado muito da homenagem e esperam que ele, esteja onde estiver, ficará sempre de pé para continuar uma nova vida. Bonito!
Fonte: Leila Cordeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário